Ministério da Defesa

Ministro diz que subconcessão significa o "renascer" dos Estaleiros de Viana

Ministro diz que subconcessão significa o "renascer" dos Estaleiros de Viana

O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, afirmou, esta sexta-feira, que a subconcessão dos terrenos e equipamentos dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo significa o "renascer" da empresa.

"Hoje os Estaleiros Navais de Viana do Castelo [ENVC] renascem com uma perspetiva otimista nas mãos e por via de uma empresa portuguesa e que vai, com certeza, contribuir para que naquela região se mantenha o maior número de postos de trabalho", afirmou Aguiar-Branco.

No entanto, o ministro da Defesa não especificou quantos dos postos de trabalho serão mantidos, reiterando apenas que o objetivo foi, "desde o início", assegurar "o maior número possível".

A administração dos ENVC decidiu adjudicar a subconcessão dos terrenos e infraestruturas ao grupo português Martifer.

"Hoje assistimos à resolução do principal problema com que me debati desde o início na área da Defesa. Era um grande problema, hoje apresentamos uma solução, só podemos todos ficar satisfeitos por uma situação que há dois anos era de despedimento de todos os trabalhadores e de encerramento da atividade de construção naval", acrescentou Aguiar-Branco.

Outras Notícias