Exclusivo

Morte da central do Pego leva Governo a antecipar 45 milhões de euros

Morte da central do Pego leva Governo a antecipar 45 milhões de euros

Verbas negociadas com Bruxelas só disponíveis a partir de 2030. Fundo será pago com Orçamento o Estado.

O Governo vai antecipar, por via do Orçamento do Estado, 45 milhões de euros que estão destinados à região do Médio Tejo no Fundo de Transição Justa (FTJ) para mitigar os impactos do fecho da Central do Pego, em Abrantes, com 150 empregos diretos e indiretos. Visa também prevenir encerramentos nos setores do vidro e cerâmica das zonas de Leiria, Pombal e Marinha Grande.

O plano de resposta social e económica na Região Centro e do litoral será coordenado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro e pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG