Economia

Movimento de Utentes "liminarmente contra" fim dos passes sociais para idosos e jovens

Movimento de Utentes "liminarmente contra" fim dos passes sociais para idosos e jovens

O Movimento dos Utentes dos Serviços Públicos está "liminarmente contra" o fim dos descontos de 50% nos passes para idosos e estudantes a partir de 1 de Janeiro de 2012.

"Entendemos que é realmente uma machadada muito forte nestes dois estratos sociais e portanto somos totalmente e liminarmente contra esta medida anunciada pelo Governo porque não serve os interesses país, nem das pessoas, antes alimenta os grandes interesses económicos, nacionais e internacionais", referiu Carlos Braga, em declarações à Lusa.

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, anunciou numa entrevista hoje publicada pelo jornal Correio da Manhã, que "os idosos e os estudantes vão perder os descontos de 50 por cento nos passes sociais a partir de 1 de Janeiro de 2012".

"Se realmente esta intenção manifestada pelo secretário de Estado dos Transportes for por diante pensamos que é uma medida gravosa quer para uns quer para outros e que vai com certeza agravar as condições de mobilidade de muitas dessas pessoas que têm necessidade de se deslocar", assinalou.

Para Carlos Braga, os descontos nos passes sociais beneficiavam "um conjunto de pessoas que têm rendimentos bastante baixos"

"Era uma possibilidade de aliviar o orçamento familiar na aquisição do passe quer para os estudantes quer para os idosos", sublinhou.

Segundo as declarações de Sérgio Monteiro ao Correio da Manhã, "a subsidiação do transporte público só deve ser feita para aqueles que têm menor rendimento" e o objectivo é "acabar com a subsidiação transversal ou diminui-la fortemente".

PUB

"A subsidiação etária 4-18, sub-23 e seniores acabou", sublinhou o secretário de Estado, referindo que esta decisão está, em parte, relacionada com uma dívida "de perto de 40 milhões de euros" herdada do anterior governo.

De acordo com Sérgio Monteiro, "a verba estava consagrada mas não foi paga".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG