Economia

"Não voltem a enganar o Norte senão a corda parte"

"Não voltem a enganar o Norte senão a corda parte"

"Um dia, a Região Norte vai dizer a Bruxelas que não quer nem mais um cêntimo de fundos europeus". Emídio Gomes, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, ironizava assim com o facto de um porto de águas profundas em Lisboa estar previsto no plano Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado, a financiar por fundos europeus.

"O sentimento transversal é: não nos voltem a enganar", afirmou o responsável, num debate entre o grupo de trabalho IEVA, o secretário de Estado Sérgio Monteiro e cerca de 200 representantes da região, ontem, em Matosinhos.

"Pelas piores razões", o Norte justifica mais de metade dos fundos de coesão. "Não nos voltem a contar mentiras, porque desta vez a corda parte", avisou, secundado por António Marques, presidente da AI Minho, e por Rio Fernandes, professor na Universidade do Porto.

Ler mais na edição e-paper ou na edição impressa.

Outros Artigos Recomendados