Finlândia

Nokia será "muito bem-vinda" a "expandir" presença em Portugal

Nokia será "muito bem-vinda" a "expandir" presença em Portugal

O presidente da República defendeu, esta quinta-feira, que o "sucesso" da Nokia-Siemens "prova" que Portugal "é competitivo" para "centros de serviços e de investigação" em telecomunicações" e que a empresa "será muito bem-vinda" a "expandir" a sua presença no país.

O presidente da República defendeu hoje que o "sucesso" da Nokia-Siemens "prova" que Portugal "é competitivo" para "centros de serviços e de investigação" em telecomunicações" e que a empresa "será muito bem-vinda" a "expandir" a sua presença no país.

"A Nokia-Siemens sabe muito bem que é bem-vinda a Portugal no caso de querer expandir o seus serviços no país e a partir do país para outras partes do mundo", afirmou Cavaco Silva no final da visita à sede da empresa na Finlândia.

De acordo com o Chefe de Estado, "a Nokia-Siemens já conhece bem a qualidade da mão-de-obra portuguesa em domínios altamente sofisticados, a ligação das redes portuguesas aos sistemas mais avançados de toda a Europa".

"E sabe que o Governo português tem vindo a tomar as medidas para que as empresas operando a partir de Portugal possam ganhar acréscimos de competitividade", sustentou.

O Presidente disse querer que na Finlândia "se conheça o bom exemplo da Nokia-Siemens em Portugal" porque "dessa forma, a Nokia está a ajudar Portugal a ultrapassar as dificuldades financeiras".

"A Nokia- Siemens será sempre bem-vinda a Portugal", reforçou.

PUB

A empresa emprega duas mil pessoas em Portugal, a maior parte engenheiros, e exporta 80% do que produz a partir do país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG