Premium

Norte "insultado" pela TAP quer privilegiar outras companhias

Norte "insultado" pela TAP quer privilegiar outras companhias

O aeroporto Sá Carneiro, que serve a Região Norte e moveu 13,1 milhões de passageiros em 2019, vai sofrer, como o JN adiantou no dia 1, uma redução drástica nos voos da TAP quando a transportadora retomar o grosso da atividade no dia 18 - apenas três rotas: Funchal, Londres e Paris. Por comparação, o aeroporto de Lisboa recebe 71 rotas.

A companhia, que tem a imensa maioria dos voos suspensos pela pandemia coronavírus, mantém trabalhadores em lay-off, e já disse necessitar até junho de uma injeção de 350 milhões de euros. É, desde 2016, uma empresa semipública: 50% do Estado (via Parpública), 45% do consórcio Gateway (de Humberto Pedrosa e David Neelman) e 5% dos trabalhadores. A gestão é do consórcio privado, uma vez que o Estado só nomeia administradores não executivos.