Economia

Novo passe social entrou em vigor esta quinta-feira

Novo passe social entrou em vigor esta quinta-feira

O novo título de transportes, o Passe Social +, para quem receba até 545 euros e tenha passes combinados, entrou em vigor esta quinta-feira, no âmbito do Programa de Emergência Social.

O Passe Social+ vai estar disponível "para todos os agregados familiares cujo rendimento médio mensal equivalente por sujeito passivo não ultrapasse o valor correspondente a 1,3 vezes o Indexante de Apoios Sociais (IAS)", segundo comunicado enviado pelo ministério da Economia na segunda-feira.

Tendo em conta que o IAS está actualmente no valor de 419,22 euros, de acordo com a Segurança Social, o valor de rendimentos para se auferir a este desconto são os 545 euros.

A adesão ao título intermodal, disponível para Lisboa e Porto, está disponível em bilheteiras específicas - tendo começado a ser vendido na terça-feira - através da declaração de rendimentos, "em moldes semelhantes aos que são já utilizados há quase três décadas para os Passes Reformados/Pensionistas", acrescentou o ministério, adiantando que, numa segunda fase, bastará um comprovativo da página da Direcção Geral dos Impostos.

O Governo realçou, também na segunda-feira, que "todos os restantes títulos de transporte" se mantêm em vigor, nas mesmas condições que neste momento, sendo o Passe Social+ válido por 12 meses e renovável anualmente.

De acordo com os valores apresentados pelo Governo, em Lisboa, o título Carris/Metro Urbano, segundo os números do novo passe social, vai custar 24,20 euros, enquanto o normal é de 33,85 euros.

Um título intermodal deste novo modelo para o Porto, na área Z2, vai custar 21,30 euros, sendo que o normal vale 28,40 euros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG