Exclusivo

Nunca se venderam tantas motas como no ano passado

Nunca se venderam tantas motas como no ano passado

O número de motas vendidas em 2018 foi o maior de sempre em Portugal. As 28 326 unidades que saíram dos stands para as estradas constituem um recorde e representam um aumento de 14% face às 24 813 motas novas comercializadas em 2017, ano que detinha, até agora, o epíteto de melhor de sempre.

As motas entraram de vez na vida dos portugueses, seja dos que as compraram ou dos que se cruzam com elas na estrada, sobretudo nas grandes cidades, como Porto e Lisboa, onde o aumento dos veículos de duas rodas em circulação é mais percetível. Os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) provam essa realidade e mostram que as vendas de motociclos estão a crescer desde 2013. No ano passado, o crescimento de 14% das duas rodas superou largamente o do setor dos carros, que se ficou por um aumento de 2,8%.

Por cilindrada, a categoria com maior crescimento foi o superior a 125 centímetros cúbicos (cc), com um total de 12 499 unidade vendidas, o que representa um aumento de 21% face a 2017. Apesar deste crescendo, a categoria acima de 50cc e abaixo de 125cc continua a liderar as vendas, com 15 827 unidades comercializadas, mais 9% do que as 14 514 de 2017.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG