Economia

Oferta da EDP prova haver margem para baixar tarifas, diz a Deco

Oferta da EDP prova haver margem para baixar tarifas, diz a Deco

A Deco congratulou-se, esta terça-feira, com a campanha de descontos lançada pela EDP, que diz provar haver margem para baixar tarifas, e admitiu estar a cumprir o objetivo do leilão de mexer com o mercado da eletricidade.

"Conseguimos que empresas que argumentavam não ter margem de manobra para tarifários diferentes são elas próprias a vir a público reconhecer que estavam erradas e que podiam fazer uma reavaliação do negócio, permitindo apresentar uma tarifa que parece ser competitiva", afirmou Rita Rodrigues, da Deco, à Lusa.

A Endesa foi a empresa vencedora do leilão de eletricidade lançado pela Deco em fevereiro deste ano, e concluído no início deste mês, uma operação que não contou com ofertas da EDP que decidiu ficar de fora do leilão.

A Deco está ainda a analisar a campanha da EDP "Casa Total Click" e " Casa Click", que oferece um desconto de 10% no gás natural e de 5% na eletricidade, e que à partida é mais atrativa do que a oferecida aos consumidores pela Endesa, mas nega que a proposta da EDP tenha estragado o leilão.

"O nosso leilão tinha como objetivo macro mexer com o mercado, e esse foi alcançado", afirmou Rita Rodrigues, salientando que o leilão é "um poderoso instrumento" de defesa do consumidor.

A associação acrescenta que, a confirmar-se que é uma boa alternativa a oferecida pela EDP, a Deco fica "muito contente" porque "o que interessa" à associação é que os consumidores saiam a ganhar e tenham o melhor tarifário.

"A verdade aparece, os consumidores saíram a ganhar e a Deco estará cá para ajudar a escolher a proposta acertada", concluiu.

A nova campanha de angariação de clientes da EDP foi lançada segunda-feira e coloca no mercado uma oferta de desconto de 10% no gás natural e de 5% na eletricidade, incidindo o desconto sobre a energia consumida e a potência contratada.

A oferta da Endesa, firmada no leilão da Deco, oferece 5% de desconto na fatura da energia.

Outras Notícias