Transportes

Passe único trouxe mais 20 mil novos clientes à Área Metropolitana do Porto

Passe único trouxe mais 20 mil novos clientes à Área Metropolitana do Porto

O presidente da Área Metropolitana do Porto, Eduardo Vítor Rodrigues, revelou esta sexta-feira que os transportes abrangidos pela entrada em vigor do passe único tinham, no sábado, "mais de 20 mil novos clientes".

"Quando, em maio, se retomarem as aulas e for um mês normal relativamente à aquisição de passes dos estudantes, estou convencido de que iniciaremos um reforço. A 6 de abril, tínhamos mais de 20 mil novos clientes no sistema, o que augura a melhor das expectativas", afirmou Eduardo Vítor Rodrigues, na reunião do Conselho Metropolitano que decorreu em São João da Madeira, distrito de Aveiro.

O responsável referia-se ao passe único que entrou em vigor a 1 de abril nos 17 concelhos da Área Metropolitana do Porto (AMP), que passam a ter apenas dois títulos mensais Andante, com um custo entre os 30 e os 40 euros.

De acordo com Eduardo Vítor, "nestes primeiros 20 mil novos clientes", estarão os "ocasionais", que antes compravam apenas os títulos quando precisavam de viajar, mas também "novas entradas de pessoas que passaram a ver o transporte público como opção financeiramente mais interessante, em detrimento do transporte individual".

O também autarca de Gaia revelou, na reunião do Conselho Metropolitano, estar já disponível a verba para pagar aos operadores privados a redução tarifária implementada com o passe único.

"Hoje mesmo caiu a comparticipação do Fundo Ambiental para o PART [Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos], pelo que podemos dizer aos operadores que o dinheiro está disponível", disse.

Eduardo Vítor observou que "os operadores entraram no processo com um nível de risco acentuado" e que "nunca tinha havido cumprimento de prazos por parte do Estado quanto a passes sociais".

Fonte da Transportes Intermodais do Porto (TIP), que gere o tarifário Andante, disse à Lusa a 1 de abril que o número de assinaturas mensais na AMP aumentou mais de 36% com a entrada em vigor do passe único, quando comparado com o dia 01 de março.

De acordo com a TIP, a 1 de março o número de assinaturas mensais carregadas ascendia as 96.401, número que compara com as 131.707 assinaturas carregadas até às 12 horas de dia 1, o que corresponde a um aumento de 36,62%.

Fonte do TIP sublinhou ainda que estes números podem pecar por defeito, uma vez que este ano, por exemplo, as férias escolares da Páscoa cingem-se apenas ao mês abril (15 dias), pelo que a compra do passe mensal pode não compensar.

Há ainda operadores onde a sua utilização ainda não é possível por falta de validadores. É o caso de alguns operadores privados, nomeadamente da Auto Viação Feirense, que serve nove concelhos - Santa Maria da Feira, Arouca, Castelo de Paiva, Ovar, S. João da Madeira, Porto, Gaia, Espinho e Gondomar -, do Grupo Transdev e dos Transportes Urbanos de Santo Tirso (TUST).

Com a exceção de Santo Tirso, a expectativa da AMP é que a partir de 01 de maio o passe único possa ser implementado em todos os concelhos da AMP.

Outros Artigos Recomendados