O Jogo ao Vivo

Um saco de algodão para um futuro melhor

Um saco de algodão para um futuro melhor
Produzido por:
Brand Story

Pelo bem das gerações futuras, é preciso saber que, antes de reciclar, todos devemos consumir menos e reutilizar mais. Uma mudança que pode começar com um simples saco de algodão de uma marca tão querida tanto para os mais novos como para os mais velhos - a Zippy.

A criação de desperdício é um ciclo vicioso difícil de quebrar. Mas são as mudanças de pequenos comportamentos - desde a palhinha que decidiu rejeitar ao almoço à folha que escolheu não imprimir no trabalho - que se refletem num futuro melhor. Para o nosso bem e, para o bem dos filhos dos nossos filhos, reutilizar é o comportamento mais eficaz rumo a um planeta mais saudável.

E para isso não precisa de tomar medidas drásticas, basta adotar alguns comportamentos novos. E se rejeitar os sacos de papel e privilegiar sacos de pano, quando vai às compras? Estes permitem não só transportar produtos, como têm inúmeras utilizações no dia-a-dia. A Zippy, uma marca dedicada às famílias, já decidiu dar o exemplo e incentivar a reutilização como meio primordial, consciente de que no ano de 2019 foram consumidos mais de 2 milhões de sacos de papel da marca.

Como alternativa, a Zippy apresenta o "ZY Tote Bag", um saco reutilizável em algodão, que está disponível para venda nas mais de 50 lojas físicas e no site por 2,20€. Ao mesmo tempo, com o objetivo de incentivar os consumidores a uma redução do consumo de papel, os sacos e envelopes da marca passam a ter um preço simbólico associado, entre 0,10€ a 0,20€. O objetivo? Consciencializar que é urgente travar o consumo excessivo de papel para cuidar de nós próprios, dos outros e do nosso planeta.

Nos últimos anos, o esforço para optar por soluções mais sustentáveis é visível não só nos consumíveis e equipamentos, como nas próprias lojas desta marca de roupa e acessórios para criança e bebé. Os balões de plástico, por exemplo, foram abolidos. Os sacos de plástico em loja, foram substituídos, em 2019, por sacos de papel reciclado. As etiquetas também passaram a ser mais pequenas e em papel reciclado. E os produtos com características especiais, como matérias-primas orgânicas e recicladas, ganharam outro destaque.

Com este movimento "We Choose to Reuse" (Nós Escolhemos Reutilizar), a marca adorada pelas famílias portuguesas não pretende obter qualquer tipo de lucro, uma vez que os preços foram fixados em função do custo de produção. Pretende, sim, ensinar às crianças desde bem cedo como um simples saco de algodão pode fazer toda a diferença no futuro.

Outras Notícias