Vencedores do programa "Mais Ajuda" deram a conhecer os projetos

Vencedores do programa "Mais Ajuda" deram a conhecer os projetos
Produzido por:
Brand Story

"Demo Day", promovido pelo Lidl na terça-feira passada, em Lisboa, deu espaço às IPSS e startups selecionadas na segunda edição para apresentarem ao júri e aos investidores os trabalhos desenvolvidos.

A segunda edição do programa "Mais Ajuda", promovida pelo Lidl e Rádio Renascença, RFM e Mega-Hits, em parceria com a Beta-i, e direcionada à inovação social com impacto na população idosa, chegou ao epílogo com a realização do "Demo Day", nos Montes Claros, em Lisboa, evento que permitiu aos 10 vencedores apresentarem os projetos já limados ao júri.

"O "Demo Day" teve como objetivo dar oportunidade aos vencedores de darem a conhecer as afinações que fizeram nos projetos. Tiveram seis semanas de aceleração e mentoria, utilizando metodologia das startups, nas quais foram desafiados a olharem para o seu projeto, a pensarem como pode ser sustentável, como medem os resultados e a evolução do mesmo", explicou Vanessa Romeu, diretora de Comunicação da empresa alemã. E prosseguiu: "O objetivo foi dar ferramentas para que os projetos perdurem no tempo e ganhem escala, o que impacta a sustentabilidade. O júri teve a oportunidade de colocar algumas questões aos vencedores para perceber como as coisas evoluíram face ao desenho inicial e tivemos investidores presentes que os podem ajudar a chegar mais longe".

Em intervenções de cinco minutos, Sofia Simões (Amara), Luís Jacob (Associação Redes de Universidades da Terceira Idade), Joana Moreira (Movimento Transformers), Joana Afonso (Careceiver), Teresa Tomé e Ana Batista (Centro Paroquial Meãs do Campo), Luís Saldanha (Cruz Vermelha Portuguesa), Elena Durán (Movimento 55 Mais), Flávia Brito (Santa Casa da Misericórdia de Pampilhosa da Serra), Pedro Batista (Seniorbiz) e Ricardo Moura (Wisify) resumiram a essência dos projetos, bem como o impacto na população sénior.

Para o Lidl o balanço final é bastante positivo. "Tivemos mais de 730 candidaturas e, comparativamente com a primeira edição, notámos um maior cuidado na apresentação e na qualidade das mesmas. Isto significa duas coisas: por um lado, o reconhecimento do papel que o "Mais Ajuda" tem na sociedade e que os pode ajudar, de facto, a chegar mais longe; e, por outro lado, a terceira idade foi muito massacrada este último ano e vimos um conjunto de soluções apresentadas que ajudam a colmatar um conjunto de desafios que a pandemia veio trazer e que com as soluções propostas vamos tentar que melhorem a qualidade de vida das pessoas que são a nossa história", enalteceu Vanessa Romeu.

"Conseguimos um bom equilíbrio nos projetos e nas abordagens, umas mais científicas e tecnológicas, outras que ajudam as instituições a trabalhar melhor e outras que dão mais afetos", salientou a diretora de comunicação da empresa de distribuição, anunciando uma boa-nova: "Vamos avançar com uma terceira edição, mas ainda estamos a desenhar os contornos da mesma".

"Era importante chegarmos a este dia para percebermos como podemos afinar o que oferecemos às instituições. O "Mais Ajuda" é, efetivamente, mais. Queremos mais dinheiro, mas também mais capacitação, comunicação e visibilidade. As pessoas precisam de acreditar que as causas chegam a bom porto, e as rádios, tal como a imprensa, podem ajudar-nos a passar esta mensagem", finalizou.

Os números da segunda edição do "Mais Ajuda":

33300 euros: A quantia entregue a cada uma das cinco IPSS e cinco startup para desenvolveram os projetos de inovação e impacto sociais direcionados para a população idosa.

6 semanas: Ao anúncio em março das 10 candidaturas selecionadas entre as mais de 730 recebidas, seguiram-se seis semanas de mentoria e aceleração do processo de concretização dos projetos.

Os 10 projetos vencedores:

IPSS
AMARA -
Associação pela Dignidade na Vida e na Morte - "Juntos a Cuidar" é um programa psico-educativo de suporte a cuidadores informais para minimizar riscos psicossociais e fisiológicos nos idosos.
RUTIS - Associação Rede de Universidades da Terceira Idade - O projeto "Universidade Sénior Virtual 3.3" debruça-se sobre a formação da população sénior e promoção da vida ativa.
Centro Social e Paroquial de Meães do Campo - O projeto "Quinta dos Avós" aposta na agricultura biológica e na interação com o meio rural e animal.
Cruz Vermelha Portuguesa - O programa de apadrinhamento entre jovens e seniores pretende combater à exclusão social.
Santa Casa da Misericórdia da Pampilhosa da Serra - O projeto "Rádio Sénior" é uma ferramenta de intervenção ocupacional dando "voz" aos idosos.

STARTUPS
Associação 55 Mais -
Plataforma humana de base tecnológica, através da oferta de serviços comunitários (jardinagem, reparações, entre outros) prestados por pessoas com mais de 55 anos.
Associação Juvenil Movimento Transformers - O projeto "Escolas de Superpoderes" é dirigida à população mais idosa e pretende a dinamização de aulas semanais de diferentes talentos.
Careceiver - Um grupo de enfermeiros portugueses criou uma aplicação que visa a simplificação do processo de patilha de informações vitais entre a rede de cuidadores informais.
Seniorbiz (Simplio) - Plataforma digital de acompanhamento/organização de cuidados prestados a idosos por estruturas residenciais.
Wisify Tech Solutions - Tecnologia digital que permite a avaliação preventiva da sarcopenia (desnutrição e perda de massa muscular).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG