Ajuda

Pedro Nuno Santos: "Sem intervenção pública, TAP acabaria por falir"

Pedro Nuno Santos: "Sem intervenção pública, TAP acabaria por falir"

Após a luz verde de Bruxelas para o auxílio do Estado à TAP, Pedro Nuno Santos recorda em conferência de imprensa a importância da intervenção pública na companhia aérea portuguesa. O ministro das Infraestruturas diz que falta agora a aceitação das condições da ajuda estatal pelos acionistas privados da TAP.

Em conferência de imprensa, esta quarta-feira, Pedro Nuno Santos informou ainda que dos 1,2 mil milhões de euros autorizados pela Comissão Europeia de ajuda à TAP, o Governo espera não injetar mais de mil milhões de euros até ao final do ano. "Estamos a trabalhar num contexto de elevada incerteza", acrescentou.

Para além da aceitação das condições do Estado pelos acionistas privados (que o ministro não quis avançar quais são, uma vez que a negociação ainda decorre), Pedro Nuno Santos afirma que a companhia aérea portuguesa terá de apresentar um plano de reestruturação para a viabilidade financeira a médio e longo prazo, caso o reembolso/empréstimo de emergência não seja feito até seis meses. Álvaro Novo, secretário de Estado do Tesouro, reconheceu na mesma conferência de imprensa que as dificuldades da TAP vão entrar no défice e na dívida pública de 2020.

"Sem intervenção pública, TAP acabaria por falir", destaca Pedro Nuno Santos. Por essa razão, o ministro salienta que "o Estado tem de se acautelar" e por isso, o futuro da ajuda pública à TAP está agora dependente dos acionistas privados. "Os portugueses não nos perdoariam se os seus interesses não estivessem acautelados", referiu.

A ajuda europeia é feita num quadro comunitário de emergência, logo parte das regras são definidas por Bruxelas, nomeadamente os prazos. Apesar da injeção de um empréstimo público do Tesouro, o ministro das Infraestruturas não exclui a possibilidade de um empréstimo privado. "Precisamos de ter a TAP a trabalhar, o Governo português não quer uma TAP pequena", concluiu.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG