Economia

Portagens nas SCUT dão lucro à Estradas de Portugal

Portagens nas SCUT dão lucro à Estradas de Portugal

A Estradas de Portugal teve um lucro de 144,8 milhões de euros no ano passado, um crescimento de 41% face ao resultado apurado em 2010.

A beneficiar os resultados da empresa está um forte crescimento nas receitas com portagens, tendo arrecadado 132,5 milhões de euros provenientes das portagens em 2011, um aumento de 193% face aos 45,2 milhões de euros que havia conseguido em 2010.

Este aumento da receita com portagens, explica a empresa, deve-se à introdução de portagens nas chamadas antigas SCUT (as chamadas vias sem custo para o utilizador que passaram a ter portagens).

Segunda a Estradas de Portugal, verificou-se mesmo um decréscimo de tráfego na Rede Rodoviária Nacional que levou a uma queda das receitas com a Contribuição para o Serviço Rodoviário, na ordem dos 2 por cento face a 2010, para 546 milhões de euros.

A empresa diz ainda que o EBIDTA (resultados antes de ganhos e perdas financeiras, impostos, amortizações e subsídios) teve um aumento de 43% face a 2010, passando de 390 milhões de euros para 555,97 milhões de euros em 2011.