Economia

Portugal e Espanha destacam importância do comboio direto Porto/Vigo

Portugal e Espanha destacam importância do comboio direto Porto/Vigo

Os ministros da Economia de Portugal e do Fomento de Espanha sublinharam a importância do início das ligações ferroviárias diretas entre Porto e Vigo, que ambos inauguraram esta segunda-feira, para as relações entre as duas regiões.

"É uma boa notícia. É o primeiro passo do que será o futuro, é o avanço que podemos fazer neste momento", afirmou a ministra do Fomento, Ana Pastor, à partida do novo comboio, batizado de "Celta", da estação de Vigo.

A ministra espanhola sublinhou tratar-se de uma ligação que vai facilitar as viagens entre a Galiza e o norte de Portugal, através de um comboio direto "que une duas grandes cidades".

"Numa segunda fase vamos terminar a eletrificação da via para tornar o tempo mais curto", disse ainda Ana Pastor

A partida da viagem inaugural do comboio direto aconteceu pelas 09.05 horas (08.05 horas em Portugal continental, na estação galega de Vigo, para terminar cerca das 10.30 horas na estação de Campanhã, no Porto.

"Pensamos que este é um momento importante para as duas regiões. Bastante importante para dinamizarmos o turismo, o comércio e o investimento entre os dois países", afirmou, por seu turno, o ministro português da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, que também embarcou na estação de Vigo.

Com esta ligação direta, o tempo total de viagem entre as duas maiores cidades do norte de Portugal e da Galiza será reduzido das mais de três horas atuais, para duas horas e quinze minutos.

O preço por viagem será de menos de 15 euros para um percurso de 175 quilómetros.

As partidas diárias do novo serviço direto terão lugar, a partir de terça-feira, às 08.15 horas e 19.15 horas, na estação de Campanhã, no Porto, e às 09.02 horas e 19.54 horas em Vigo, Espanha.

Os dois governantes assumiram ainda o compromisso de avançar com a modernização da linha ferroviária "nos próximos anos", de forma a reduzir estes tempos de viagem.

Até agora, as quatro ligações diárias realizadas entre Porto e Vigo - duas em cada sentido - contavam com 14 paragens intermédias, segundo informação disponível no portal da CP na internet.

Face à modernização prevista para a linha ferroviária, nomeadamente no troço entre Nine, Viana do Castelo e Valença, tal como definido na última Cimeira Luso-Espanhola realizada em Madrid a 13 de maio, a partir de 2016 o tempo de viagem diminuirá para uma hora e meia, num modelo semelhante ao intercidades nacional.