Economia

Portugal vai transferir dois mil milhões para Mecanismo Europeu de Estabilidade

Portugal vai transferir dois mil milhões para Mecanismo Europeu de Estabilidade

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, uma autorização ao ministro das Finanças para que este proceda à entrada de Portugal no Mecanismo Europeu de Estabilidade, que implicará um pagamento inicial de dois mil milhões de euros.

"Assim, deve ser subscrito e realizado o capital autorizado correspondente à participação de Portugal num Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), inscrevendo-se no Orçamento do Estado as verbas para esse efeito", lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

A contribuição inicial de Portugal será feita através de cinco transferências de 400 milhões de euros cada, que darão um total de dois mil milhões de euros, correspondente a 2.000.746 ações do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE).

A participação total de Portugal prevista é de 17,56 mil milhões de euros, mas este valor só será acionado se for necessário, por exemplo, para algum empréstimo a um dos países em dificuldades.

O valor terá de ser inscrito no orçamento, mas o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Marques Guedes, garantiu que não terá impacto no défice pois já estaria previsto.

O Mecanismo Europeu de Estabilidade é o mecanismo permanente do euro, que vem substituir o atual fundo de resgate que apoia Portugal e Irlanda, o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG