Premium

Portugueses deram mais dinheiro dos impostos para solidariedade

Portugueses deram mais dinheiro dos impostos para solidariedade

As famílias estão cada vez mais generosas com instituições de solidariedade. As doações feitas através das declarações de IRS têm vindo a subir e, em 2017, dispararam 26%, para 20 milhões de euros.

Sem o dinheiro dos contribuintes, instituições como a Operação Nariz Vermelho não teriam a atividade que têm hoje. A consignação do IRS é "muito positiva", concorda Lino Maia, presidente da Confederação das Instituições Particulares de Solidariedade Social (CNIS).

Na declaração de IRS, as famílias podem fazer um donativo a instituições particulares de solidariedade social (IPSS), organizações culturais, ambientais e religiosas, reconhecidas como sendo de utilidade pública. Inscrevendo o número de identificação fiscal, podem doar 0,5% do imposto sobre o rendimento, sem perderem dinheiro (é o Fisco que fica sem essa parte do imposto). Podem também entregar o IVA que têm direito a receber pelo facto de terem pedido faturas com número de contribuinte - mas, neste caso, perdem o valor.