O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Poupança até 300 euros por cidadão com corte no IMI

Poupança até 300 euros por cidadão com corte no IMI

A redução da taxa do imposto sobre imóveis (IMI), prática cada vez mais acarinhada pelos municípios, traduziu-se no ano passado em poupanças para cada cidadão que chegam aos 300 euros.

Quatro câmaras do Algarve - Albufeira, Loulé, Lagos e Silves - estão entre as autarquias do país com a maior redução per capita. Lisboa, Sintra e Porto deixaram de encaixar 128 milhões de euros e foram os concelhos que abdicaram de mais receita para baixar a fatura do IMI das famílias.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2019, apresentado ontem pela Ordem dos Contabilistas Certificados e pelo Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) e que faz a radiografia à saúde financeira do poder local, calcula o peso do IMI na carteira dos cidadãos nos 35 municípios que mais dinheiro perderam com a diminuição da taxa. Estas autarquias prescindiram de 406,9 milhões de euros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG