PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Economia

PS acusa o Governo de gerar "desconcertação social"

PS acusa o Governo de gerar "desconcertação social"

O PS manifestou, esta segunda-feira, a sua "preocupação" face ao quadro de falta de acordo entre o Governo, confederações sindicais e patronais e responsabilizou o executivo PSD/CDS pela actual conjuntura de "desconcertação social".

Esta segunda-feira, na sequência de mais uma reunião da concertação social, sindicatos e patrões apresentaram ideias alternativas às do Governo sobre a questão do aumento do horário de trabalho em duas horas e meia por semana.

Em declarações à agência Lusa, Miguel Laranjeiro, membro do Secretariado Nacional do PS, manifestou "a preocupação" do seu partido face "à incapacidade de diálogo demonstrada uma vez mais pelo actual Governo".

"Na actual situação do país, exigia-se que o Governo encontrasse pontes e soluções ao nível do diálogo social. Mas estamos claramente perante um quadro de desconcertação social", sustentou o deputado socialista.

Miguel Laranjeiro salientou depois que a concertação social "é um direito constitucional" e que "as reacções dos parceiros sociais aos resultados desta última reunião revelam bem o descrédito total em relação às propostas do Governo".

"Nesta altura em que o país precisava de um acordo social, o Governo revela-se incapaz de ter uma visão política e económica sobre o futuro do país. As ideias que o Governo tem apresentado não têm merecido uma aproximação mínima por parte dos parceiros sociais", insistiu ainda o dirigente nacional do PS.