SCUT

PSD, CDS e maioria do PS chumbam resolução do PCP para revogar portagens nas SCUT

PSD, CDS e maioria do PS chumbam resolução do PCP para revogar portagens nas SCUT

PSD, CDS e a maioria dos deputados do PS reprovaram hoje uma resolução do PCP para revogação do decreto do Governo que cobra portagens nas autoestradas antes sujeitas ao regime de SCUT, Sem Custos para o Utilizador.

No entanto, o diploma dos comunistas acabou por dividir a bancada socialista, que teve liberdade de voto nesta questão, e provocar o anúncio de uma série de declarações de voto por parte dos deputados do PSD eleitos pelo Algarve, Guarda, Vila Real e pela social-democrata Ester Vargas.

Na bancada do PS, votaram a favor ao lado dos grupos parlamentares do PCP, "Os Verdes" e Bloco de Esquerda seis deputados (Pedro Alves, Fernando Serrasqueiro, Hortense Martins, André Figueiredo, Rui Santos e Glória Araújo) e dois abstiveram-se (Elza Pais e Acácio Pinto).

O ex-secretário de Estado das Obras Públicas Paulo Campos anunciou igualmente a apresentação de uma declaração de voto.

Na sequência do chumbo da resolução apresentada pelo PCP, um diploma do Bloco de Esquerda acabou por caducar, já que também tinha o objectivo de revogar o decreto que impõe a cobrança de portagens nas antigas autoestradas SCUT.

Outros Artigos Recomendados