PSD

PSD quer "crescimento duradouro"

PSD quer "crescimento duradouro"

PSD congratula-se com o crescimento da economia, mas defende a necessidade de se assegurar um "crescimento mais sustentado e duradouro".

De acordo com os dados divulgados pelo INE, a economia portuguesa cresceu 0,9 por cento no terceiro trimestre deste ano, em relação ao segundo trimestre, e decresceu 2,4 por cento face ao período homólogo de 2008.

Dados do Eurostat indicam que a economia portuguesa, pelo terceiro trimestre consecutivo, teve um comportamento melhor que o da Zona Euro e do que o da União Europeia.

"Os números avançados pelo INE hoje mostram que Portugal teve um comportamento superior à média europeia e, portanto, o PSD congratula-se com esse mesmo comportamento", declarou o deputado e vice-presidente do grupo parlamentar social-democrata Miguel Fransquilho, no Parlamento.

"O PSD não é oposição ao país, é oposição ao Governo e às políticas que considera erradas", sublinhou.

Miguel Frasquilho considerou, no entanto, que "importava fazer com que esse crescimento pudesse ser mais sustentado, pudesse ser duradouro para que a nossa economia pudesse recuperar melhor o atraso que tem face à média europeia".

"Foi precisamente com esse sentido, com esse espírito que o PSD apresentou ainda esta semana um plano anti-crise com dez medidas que consideramos essenciais", concluiu.

Outros Artigos Recomendados