Habitação

Quase 900 solicitações de apoio às rendas

Quase 900 solicitações de apoio às rendas

Maioria tem origem nos concelhos do Porto, Lisboa e Setúbal.

Pouco mais de uma semana após a abertura das candidaturas ao apoio para pagamento de rendas por perda de rendimentos devido à pandemia, o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) recebeu 877 pedidos de empréstimos, com 873 requerimentos a serem submetidos por arrendatários e quatro por senhorios.

Para já, o valor dos apoios solicitados atinge os 860 mil euros e refere-se ao intervalo entre 15 de abril (primeiro dia de candidatura ao regime) e dia 23 de abril .

O IHRU recebeu pedidos de famílias de 125 concelhos do país, sendo os distritos de Lisboa, Porto e Setúbal aqueles onde se registaram mais pedidos de apoio, avança o Ministério das Infraestruturas e Habitação.

Condições de acesso

Os agregados familiares e senhorios que registem quebras de rendimentos fruto da pandemia podem submeter o pedido de ajuda no Portal da Habitação. As candidaturas ao regime excecional para pagamento das rendas durante o período de estado de emergência e mês seguinte ao seu término são analisadas num prazo máximo de oito dias.

O regime excecional para pagamento de rendas é para inquilinos cujo rendimento do agregado familiar tenha sofrido uma quebra de 20% face ao mês anterior ou ao mesmo período do ano passado. Além desta perda, a família tem de demonstrar que a taxa de esforço para pagar a renda é agora igual ou superior a 35%.

Para os senhorios, o regime determina que o acesso aos empréstimos está dependente de uma quebra superior a 20% dos rendimentos por não pagamento de rendas dos arrendatários.

Outras Notícias