Premium

Quebra de 80% leva taxistas a entregar licenças

Quebra de 80% leva taxistas a entregar licenças

Suspensão de atividade até um ano reduz despesas. Associações pedem fundo para reativar o setor.

Há taxistas a entregar as licenças às câmaras e a suspender a atividade para reduzir as despesas mensais. A pandemia levou a quebras de faturação na ordem dos 80%. Uma perda dramática de clientes sentida sobremaneira nos centros urbanos, como Lisboa e Porto. A Federação Portuguesa do Táxi (FPT) e a ANTRAL denunciam o facto de o setor não ser abrangido pelo crédito para as empresas criado pelo Governo e defendem a criação de uma linha de reativação da atividade, com apoio de 80% a fundo perdido.