Premium

Recibos verdes com IRS mais leve no próximo ano

Recibos verdes com IRS mais leve no próximo ano

Mudança no mínimo de existência garante isenção de IRS a 54 mil trabalhadores independentes. Sobretaxa acabou em 2017, mas recibos verdes só vão sentir efeito em 2019.

O indexante de apoios sociais deverá aumentar cerca de 7€ em janeiro e com ele sobe também o mínimo de existência, que passará dos atuais 9006,9€ para 9156€. Mas antes de os contribuintes com rendimentos mais baixos sentirem o impacto desta nova atualização, cerca de 54 mil recibos verdes vão beneficiar do facto de, pela primeira vez, estarem abrangidos por este mínimo de rendimento livre de impostos. O efeito desta medida chegará na primavera, com a entrega da declaração anual do IRS, e para muitos significa não pagar qualquer imposto.

Não se espera que o Orçamento do Estado (OE) para 2019 traga alterações de relevo no IRS, mas muitas das medidas de descida deste imposto tomadas no OE 2018 apenas terão aplicação prática no próximo ano. E os trabalhadores independentes estão entre os que mais vão sentir o efeito.

Outros Artigos Recomendados