Economia

Renovação da linha Porto-Vigo é a "1ª pedra da comunicação direta" entre Portugal e Espanha

Renovação da linha Porto-Vigo é a "1ª pedra da comunicação direta" entre Portugal e Espanha

Os governos de Portugal e de Espanha comprometeram-se, esta segunda-feira, em apostar nas ligações ferroviárias entre os dois países, nos serviços de passageiros e mercadorias, para potenciar o desenvolvimento regional e fomentar a economia.

"Nós entendemos que, para a competitividade da nossa economia, para apostarmos no turismo, no desenvolvimento regional, é fundamental apostarmos na ferrovia", afirmou o ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira.

O ministro falava no Porto, à chegada do primeiro comboio de operação conjunta - de passageiros -, entre as empresas CP e Renfe (Espanha), desde Vigo, na Galiza. Reconheceu ainda que nos últimos anos "não foi dada prioridade" à ferrovia, sobretudo no transporte de mercadorias, pelos dois países.

Com este comboio direto, batizado de "Celta", os governos de Portugal e Espanha pretendem ultrapassar as "várias incompatibilidades" entre os dois sistemas ferroviários, através da modernização da rede, mas também com a formação comum dos maquinistas, que passam a poder operar composições em ambos os países, algo que se pretende alargar ao transporte de mercadorias.

Álvaro Santos Pereira garantiu ainda que até 2016 avançará a modernização e eletrificação da Linha do Minho, que serve a ligação ferroviária entre Porto e Vigo, duas áreas metropolitanas com mais de um milhão de habitantes.

"Mais do que tudo, o que estamos aqui a fazer é a concretizar as promessas feitas há muito tempo mas nunca realizadas", apontou o ministro português.

Com a introdução do comboio direto entre aquelas que são as duas maiores cidades do Norte de Portugal e da Galiza, a viagem foi reduzida de mais de três horas para duas horas e quinze minutos. Depois de concluída a modernização e eletrificação da linha, essa ligação deverá ficar em 90 minutos.

O ministro português e a congénere espanhola do Fomento, Ana Pastor, embarcaram pelas 9.05 (hora local) na estação de Vigo, na viagem inaugural do novo comboio, que chegou ao Porto cerca das 10.20.

"À chegada à estação de Campanhã, ambos assumiram tratar-se do "primeiro passo" da aposta dos dois países na ferrovia, com a ministra espanhola a anunciar que já foi criado um grupo de trabalho para melhorar a ligação ferroviária de mercadorias.

"Temos muitas possibilidades [os dois países], mas trabalhando juntos. Nas mercadorias e nos passageiros também. Este é o primeiro passo", garantiu Ana Pastor, sublinhando que o comboio "é o meio de transporte do século XXI".

"Esta é a primeira pedra da comunicação direta entre Portugal e Espanha", reforçou..

Outras Notícias