Economia

Restauração contraiu empréstimos para liquidar IVA

Restauração contraiu empréstimos para liquidar IVA

"Muitos empresários" da restauração tiveram de contrair empréstimos para pagar o IVA no primeiro trimestre deste ano, disse esta quinta-feira na Assembleia da República Mário Pereira Gonçalves, presidente da associação que representa o setor.

"O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais disse que os restaurantes tinham pago mais 109% (em IVA) no primeiro trimestre que no ano anterior", disse Mário Pereira Gonçalves, presidente da Associação da Hotelaria e Restauração (AHRESP), numa reunião com deputados da comissão de Orçamento e Finanças.

"É natural que isso tenha acontecido, porque muitos empresários ainda conseguiram pagar o IVA contraindo empréstimos, outros estão já a liquidar o fundo de maneio das empresas e até a entrar no capital social das empresas", continuou Gonçalves.

A AHRESP apresentou este mês uma petição na Assembleia da República para reivindicar que a taxa do IVA na restauração volte para os 13% - no início deste ano, a taxa para o setor foi elevada para os 23%.

A restauração "é um setor vital para o país", acrescentou o presidente da AHRESP: "Não percebo porque é que o Governo diz que quer apoiar as empresas exportadoras quando o nosso setor de atividade, o turismo, é o que mais exporta, ao contrário do que se pode pensar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG