O Jogo ao Vivo

Premium

Restrições da pandemia afetam Natal na aviação

Restrições da pandemia afetam Natal na aviação

Emigrantes não estão a marcar passagens para a época de reunião familiar por excelência, na incerteza das regras que mudam a cada semana na Europa.

Numa altura em que a pandemia praticamente anulou todas as viagens de negócios e de turismo, a visita a familiares e amigos por parte dos emigrantes na altura do Natal poderia ser um balão de oxigénio para as companhias de aviação europeia. Mas não há reservas a médio prazo nas principais companhias aéreas, que agora também planeiam as operações "semana a semana". Julho e agosto desagravaram a quebra de passageiros nos aeroportos portugueses, mas setembro tornou a ser negro e nenhuma companhia se atreve a prever o Natal.

"Os poucos passageiros que ainda viajam estão a comprar viagens com uma semana de antecedência", confidenciou fonte de uma companhia aérea europeia a operar em Portugal, que não quer ser identificada por motivos de mercado. "Com as restrições da pandemia, que mudam de uma semana para a outra e que são diferentes de país para país, também as companhias estão a programar quase semana a semana", explicou a mesma fonte.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG