Evento

Revista distingue vinhos e gastronomia do ano

Revista distingue vinhos e gastronomia do ano

O Murganheira Esprit de La Maison Távora-Varosa Espumante Branco 2011, o Parcela Única Vinho Verde Monção e Melgaço Alvarinho Branco 2017, o Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa Douro Tinto 2016 e o Taylor"s Vargellas Vinha Velha Porto Vintage 2017 foram eleitos os "melhores entre os melhores" do top 30, na cerimónia dos prémios Grandes Escolhas que decorreu, ontem, em Sangalhos, Anadia.

O evento, promovido pela revista Vinho Grandes Escolhas, pretendeu valorizar o trabalho de personalidades e projetos no setor do vinho e gastronomia que, em 2019, se distinguiram pela "excelência".

O prémio carreira Senhor do Vinho homenageou Orlando Lourenço, da Murganheira, Tarouca. Nota, também, para o prémio Produtor do ano, entregue à Quinta do Regueiro, em Melgaço. O Produtor revelação galardoado foi Luís Gomes, da Bairrada. O troféu Viticultura foi para a viticóloga-investigadora Vanda Pedroso, do Centro de Estudos de Nelas, Dão. A Quinta da Pacheca, em Lamego, foi selecionada na área de enoturismo. Ao longo da noite, muitos outros produtores, enólogos, empresas e projetos diferenciadores, de norte a sul do país, foram premiados (ver lista ao lado).

Restaurante do ano

Na gastronomia, o título de Restaurante do ano foi para o Epur, em Lisboa, que tem uma estrela Michelin. O Arcoense (Braga) foi o melhor na Cozinha Tradicional Portuguesa, ao passo que o restaurante japonês Go Juu (Lisboa) foi eleito o Restaurante Cozinha do Mundo. O Prémio Gastronomia David Lopes Ramos foi entregue ao chef Nuno Diniz e o de Loja Gourmet à queijaria Corriqueijo (Braga).

Melhor Espumante

Murganheira Esprit de La Maison Távora-Varosa Espumante Branco 2011

Melhor Branco

Parcela Única Vinho Verde Monção e Melgaço Alvarinho Branco 2017

Melhor Tinto

Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa Douro Tinto 2016

Melhor Fortificado

Taylor"s Vargellas Vinha Velha Porto Vintage 2017

Produtores

A Quinta do Regueiro foi a melhor do ano e Luís Gomes a revelação.

Viticultura do ano

Vanda Pedroso

Adega Coop. do ano

Adega de Cantanhede

Enoturismo do ano

Quinta da Pacheca

Sommelier do ano

André Figuinha

Enólogos

Pedro Baptista foi eleito enólogo do ano e David Guimaraens o melhor de vinhos generosos

Garrafeiras

A Néctar das Avenidas foi a garrafeira do ano. O Wines by Heart o melhor bar

Empresas

A Casa Relvas (Évora) foi a empresa do ano e a Vasques de Carvalho (Porto) a de Vinhos Generosos.

Iniciativa do ano

Programa Sustentabilidade Vinhos do Alentejo

Prémio Singularidade

Márcio Lopes

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG