IRS

Salários desde 2700 euros vão sentir cortes apesar dos duodécimos

Salários desde 2700 euros vão sentir cortes apesar dos duodécimos

O pagamento de duodécimos só "aumenta" o rendimento líquido mensal para salários até 2700 euros. A partir deste patamar já nem chega para anular o "enorme" agravamento fiscal que vai acontecer em 2013.

Os trabalhadores do privado vão poder escolher se querem ou não receber metade dos seus subsídios em doze avos e conseguir assim um "acréscimo" do salário face a 2012. Esta subida mensal, esbate-se quando se fazem as contas anuais. Ou seja, no final deste ano, a soma dos 14 ordenados líquidos será menor do que o valor recebido no ano passado. Esta redução do líquido anual ocorre nos salários a partir dos 600 euros e vai aumentando à medida que sobem os rendimentos.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG