Economia

Sérgio Monteiro diz que manifestação no Ministério da Economia não é motivo de preocupação

Sérgio Monteiro diz que manifestação no Ministério da Economia não é motivo de preocupação

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, afirmou-se esta terça-feira surpreendido com a manifestação de sindicalistas do setor no Ministério da Economia por já ter reunido com 17 sindicatos do setor, mas diz que não é motivo de preocupação.

"A principal preocupação que foi colocada foi reunir comigo, enquanto Secretário de Estado dos Transportes, para manifestar as preocupações relativamente às medidas do Orçamento de Estado. Ora isso já aconteceu no passado dia 15 de novembro", disse.

"Não era preciso este sinal passado hoje, que, do meu ponto de vista, tem um significado, uma razão mais política e não tanto de agenda laboral na área dos transportes", acrescentou Sérgio Monteiro.

O Secretário de Estado dos Transportes, que falava à Lusa antes de presidir à sessão de encerramento Conferência "Porto de Setúbal, a solução ibérica disponível", numa unidade hoteleira de Setúbal, considerou, no entanto, que o protesto dos sindicalistas não é motivo de preocupação.

"O sinal político não é preocupante. Acho é que há uma agenda política por detrás desta pretensa agenda laboral, que se nota, aliás, neste conjunto de greves na área dos transportes, que muitas vezes não têm a ver com reivindicações específicas, têm a ver com uma agenda política por detrás", disse.

"E não é aceitável que os utentes da área dos transportes sejam tão prejudicados como têm sido com estas ações e sucessivas greves", frisou Sérgio Monteiro.