Retoma

Setor do turismo já superou "receita recorde" de 18 mil milhões de euros de 2019

Setor do turismo já superou "receita recorde" de 18 mil milhões de euros de 2019

A Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, afirmou esta terça-feira que a receita do setor já superou este ano os valores recorde de 2019. A governante, que falava durante uma cerimónia em Valença de lançamento de dez concursos para a exploração de antigas estações do caminho-de-ferro para fins turísticos, revelou que foi ultrapassada "em cerca de cinco por cento" a faturação de "18 mil milhões de euros" atingida antes da chegada da pandemia. Tudo indica que o setor em Portugal está a viver um tempo de retoma.

"Estamos, de facto, num momento de retoma. Ultrapassamos já em março de 2022, a receita turística que tínhamos em 2019. Isto dá-nos alento para acreditar que este é o ano da retoma tão desejada, tão merecida por todos aqueles que tanto deram neste país durante os últimos anos", declarou Rita Marques, referindo que atualmente existem em território nacional, "130 mil empresas e 400 mil trabalhadores que ajudaram a atingir em 2019, um recorde de receita turística de 18 mil milhões de euros".

Adiantou ainda, no que toca ao programa Revive Natureza, que agora aposta na recuperação de mais 12 imóveis para o turismo, já foram criados "140 postos de trabalho". Aquele programa incide na reativação de edifícios devolutos, como casas de guardas florestais, estações ferroviárias e antigos postos fiscais. Até agora foram lançados 40 concursos, sendo que, segundo Rita Marques, "nenhum deles ficou vazio".

A concurso até setembro deste ano, estão as antigas estações de comboios de Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro, Variz, Bruçó, Vilar de Rei, Urrós, Moncorvo, Fonte do Prado, Ganfei, Senhora da Cabeça, Carvalhal e Felgar. A adjudicação dos espaços deverá ocorrer no início de 2023.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG