Economia

Sindicato acusa Pingo Doce e Continente de ameaçar trabalhadores que querem faltar no feriado

Sindicato acusa Pingo Doce e Continente de ameaçar trabalhadores que querem faltar no feriado

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal acusou, esta segunda-feira, o Pingo Doce e o Continente de ameaçar os funcionários que não forem trabalhar no feriado do 1º de maio, desrespeitando o direito à greve.

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal emitiu um pré-aviso de greve para terça-feira, data em que se celebra o Dia do Trabalhador para que os funcionários dos supermercados pudessem comemorar o feriado, mas, segundo o sindicato, o Pingo Doce e o Continente estão a ameaçar marcar falta injustificada a quem se ausentar nesse dia.

"A maioria das empresas da Grande Distribuição decidiram desrespeitar este direito dos trabalhadores de comemorarem o 1º de Maio e, além disso, ainda cometem a ilegalidade de desrespeitar o direito à greve!", contesta o sindicato, acrescentando que "já oficiou as empresas para que tomem medidas para que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG