Economia

Sindicato afirma que todos os comboios foram suprimidos devido à greve

Sindicato afirma que todos os comboios foram suprimidos devido à greve

O Sindicato Ferroviário da Revisão e Comercial Itinerante disse na noite de quinta-feira que "todos os comboios estão suprimidos", prevendo-se que voltem a circular na manhã de sexta-feira "apenas os dos serviços mínimos".

Em declarações à Agência Lusa, Luís Bravo, presidente daquele sindicato, afirmou que "os comboios da Linha de Sintra e Cascais estão todos suprimidos desde as 22 horas" e que também os comboios regionais e de longo curso estão já suprimidos.

"Neste momento, estão todos suprimidos prevendo-se apenas que circulem os comboios dos serviços mínimos amanhã (sexta-feira) de manhã", disse Luís Bravo.

O sindicalista adiantou ainda que a estrutura que preside "não está contra os cortes salariais", até porque "estes trabalhadores ganham todos menos de 1.500 euros", logo não são abrangidos por esta medida.

"Os trabalhadores estão contra os cortes nas cláusulas pecuniárias da empresa", como a remuneração das horas extraordinárias e nocturnas e o trabalho em dias de descanso e de feriado, esclareceu.

Contactadas pela Lusa, a CP - Comboios de Portugal, a CP Carga e a REFER remeteram um primeiro balanço da greve para a manhã de sexta-feira.

Os trabalhadores ferroviários começam uma greve de 24 horas, convocada por vários sindicatos, à meia-noite mas os efeitos do protesto começam a sentir-se já durante a noite de quinta-feira.

Numa nota divulgada na quarta-feira, a CP, que não assegurará transportes alternativos, informou que foram decretados serviços mínimos para sexta-feira, que assegurarão a realização de 25% da totalidade de comboios programados, que circularão nos períodos de maior afluência de clientes.

A greve dos trabalhadores das empresas ferroviárias encerra uma nova semana de paralisações no sector dos transportes, em que pararam os maquinistas da CP, os trabalhadores da Transtejo e da Soflusa (ambos na quarta-feira) e os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa (quinta-feira).