Aviação

Só um em cada 20 passageiros no aeroporto do Porto viaja na TAP

Só um em cada 20 passageiros no aeroporto do Porto viaja na TAP

Entre abril e junho, só uma em cada 20 pessoas no aeroporto do Porto viajou com a TAP, que passou a ter uma quota de mercado de 5% e desceu para o oitavo lugar das companhias aéreas com mais passageiros movimentados.

De acordo com o último relatório da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) sobre os movimentos nos aeroportos portugueses no segundo trimestre do ano - nos meses de abril, maio e junho, durante o estado de emergência e o período de pós-confinamento -, registou-se uma "quebra de tráfego na ordem dos 91% em número de movimentos e de 97,5% em número de passageiros transportados".

"O aeroporto de Faro apresentou a maior quebra em número de movimentos (-97%), por contraposição com o aeroporto de Ponta Delgada (-80%). Quanto a passageiros transportados, menos de 388 mil (15 milhões em 2019) as quebras foram, naturalmente, mais homogéneas e superiores a 96% em todos os principais aeroportos nacionais", pode ler-se no relatório.

Portanto, no mesmo período de 2019 passaram pelos aeroportos portugueses 15,3 milhões de passageiros, número que desceu este ano para menos de 388 mil.

Todas as companhias perderam passageiros, mas a TAP perdeu ainda mais quota de mercado nos três principais aeroportos nacionais. No Porto, a companhia aérea portuguesa passou a ter uma quota de mercado de 5% dos passageiros movimentados, que representa 1 em cada 20 viajantes, números bem abaixo dos 19% de 2019.

Na lista das companhias aéreas com mais passageiros no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, a TAP desceu do segundo para o oitavo lugar, sendo ultrapassada pela Swiss Air (22%), Ryanair (19%), Lufthansa (12%), Luxair (10%), Air France (9%), Transavia (8%) e Easyjet (6%).

Em Lisboa, a TAP manteve-se a companhia com mais passageiros transportados, apesar de ter descido de 51% em 2019 para 18% em 2020. Em Faro, também perdeu quota de mercado e saiu da lista das dez maiores companhias aéreas a voar para o Algarve. Apenas no Funchal a TAP aumentou a quota de mercado, de 29% para 80%.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG