INE

Sobe o valor médio de avaliação bancária na habitação

Sobe o valor médio de avaliação bancária na habitação

O valor médio de avaliação bancária tendo em conta os pedidos de crédito para compra de habitação subiu 5,4% em março deste ano face ao mesmo mês de 2017 para 1.167 euros por metro quadrado, segundo o INE.

Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) demonstram que, ainda em comparação ao período homólogo, "as avaliações bancárias de apartamentos e de moradias aumentaram 5,5% e 5,0%, respetivamente", enquanto, em termos geográficos, a maior variação "verificou-se no Norte (7,8%) e a menor no Alentejo (2,5%)".

Face ao mês anterior, de fevereiro, a subida foi de 0,6% em março, num aumento do valor médio de sete euros.

Relativamente à tipologia, "o valor médio de avaliação dos apartamentos aumentou cinco euros em março, para 1.218 euros por metro quadrado", relativamente a fevereiro.

Também em termos mensais, "nas moradias verificou-se uma subida de oito euros, para 1.077 euros por metro quadrado", acrescentam.

A nível regional, as maiores subidas para o conjunto da habitação registaram-se na região autónoma dos Açores (2,5%) e no Norte (1,0%), enquanto as maiores descidas aconteceram no Alentejo (-0,8%), na região autónoma da Madeira (-0,2%) e na Área Metropolitana de Lisboa (-0,1%), adianta o INE.