Desemprego

Taxa de desemprego em Portugal sobe para recorde de 16,5% em dezembro

Taxa de desemprego em Portugal sobe para recorde de 16,5% em dezembro

A taxa de desemprego em Portugal situou-se nos 16,5% em dezembro de 2012, ligeiramente acima do valor observado no mês anterior (16,3%) e superior aos 14,6% registados um ano antes, segundo dados divulgados, esta quinta-feira, pelo Eurostat.

Segundo dados do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), a taxa de desemprego (corrigida de variações sazonais) na zona euro manteve-se nos 11,7% em dezembro e na UE permaneceu também estável nos 10,7%, o que acontece pelo terceiro mês consecutivo em ambos os casos.

Entre os Estados-membros, Portugal continua a ter a terceira taxa de desemprego mais elevada, apenas atrás da Grécia (26,8%, valor referente a outubro) e da Espanha (26,1%), enquanto Áustria (4,3%), Alemanha e Luxemburgo (5,3% cada) apresentam as taxas mais baixas.

PUB

Na comparação homóloga, as maiores subidas na taxa de desemprego verificaram-se na Grécia (19,7% para 26,8% entre outubro de 2011 e outubro de 2012), no Chipre (de 9,7% para 14,7% entre dezembro de 2011 de dezembro de 2012), na Espanha (de 23,2% para 26,1, no mesmo período) e em Portugal (de 14,6% para 16,5%).

Os principais recuos registaram-se na Estónia (de 12,1% para 9,9% entre dezembro de 2011 e dezembro de 2012), na Letónia (de 15,7% para 14,1% entre os terceiros trimestres de 2011 e de 2012) e na Lituânia (de 13,7% para 12,3%, entre dezembro de 2011 e de 2012).

No mesmo período, a taxa de desemprego subiu de 10,7% para 11,7% na zona euro, e de 10% para 10,7% na UE a 27.

Entre os jovens (com menos de 25 anos), Portugal registou uma taxa de desemprego de 38,3 em dezembro, ligeiramente inferior aos 38,7% em novembro de 2012, mantendo a tendência de ligeiro recuo, dado que em outubro era de 39%, mas acima dos 35,1% verificados em novembro de 2011.

Na zona euro, a taxa de desemprego juvenil manteve-se nos 24% de novembro para dezembro, e subiu em relação aos 21,7% observados um ano antes.

Na UE, o desemprego entre os jovens estabilizou nos 23,4%, na comparação mensal, e aumentou na homóloga, face aos 22,2% verificados em dezembro de 2011.

De acordo com as estimativas do Eurostat, gabinete oficial de estatísticas da União, em dezembro de 2012, existiam 25,926 milhões de pessoas desempregadas na União a 27, das quais 18,715 milhões na zona euro.

O Eurostat calcula mensalmente uma taxa harmonizada de desemprego para todos os países da UE. Esta taxa utiliza uma metodologia comum a todos os 27 para permitir comparações. Os resultados do Eurostat não são necessariamente iguais aos obtidos pelo Instituto Nacional de Estatística.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG