Exclusivo

Teletrabalho não impede subsídio para assistência a filho

Teletrabalho não impede subsídio para assistência a filho

Modelo de trabalho não condiciona acesso a apoio em caso de doença. Em setembro, houve 11 mil beneficiários.

Com surtos ativos de covid-19 em vários estabelecimentos de ensino, obrigando a isolamento de dez dias para crianças sem esquema vacinal completo - a vacina só é dada a maiores de 12 anos -, importa esclarecer os direitos dos pais na assistência a filho. Nomeadamente, que o regime de trabalho não é impeditivo de acesso ao apoio da Segurança Social. Esteja o pai ou mãe em regime presencial ou em teletrabalho.

O esclarecimento é feito pelo Instituto da Segurança Social ao JN, após informações recebidas através da linha telefónica de apoio da Segurança Social dando conta de que, em caso de teletrabalho ou regime misto, o pai ou mãe não teriam direito a subsídio para assistência a filho, quer se tratasse de isolamento profilático quer de doença covid.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG