Segurança

Tem estes termoventiladores em casa? Chumbaram nos testes da DECO

Tem estes termoventiladores em casa? Chumbaram nos testes da DECO

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) testou 10 modelos de termoventiladores. Dois chumbaram por não cumprirem a norma de segurança elétrica para este tipo de aparelhos.

A DECO informa que comunicou as conclusões do estudo à ASAE, a quem pediu que retirasse os termoventiladores perigosos de comercialização, e aconselha os consumidores que tenham um dos aparelhos em casa a trocá-lo por outro mais "seguro" ou a pedirem "a devolução do dinheiro", junto da loja onde o compraram ou fabricante. Os modelos em causa são o Orbegozo FH 5035 (que custa a partir de 25 euros) e o Taurus Tropicano Bagno (que custa a partir de 24 euros).

Como funcionam os testes?

"Os nossos testes laboratoriais a termoventiladores começam com as provas de segurança. Quando um modelo mostra fragilidades numa delas, repetimos os testes numa segunda amostra. Se o comportamento se repetir, o aparelho não passa à fase seguinte, na qual avaliamos o desempenho", detalha a nota publicada pela DECO, que sublinha que "de nada adianta ter um equipamento que aquece com rapidez e eficiência, se não for seguro".

"Nos testes de segurança verificamos, por exemplo, se o aparelho aquece demasiado durante o funcionamento normal, se existem elementos com corrente elétrica acessíveis a uma criança ou adulto e se os plásticos são resistentes ao calor e ao fogo. Também analisamos como se comporta numa utilização anormal, como uma avaria no termóstato ou no ventilador ou se a saída de ar ficar obstruída", esclarece.

Para mais informação, consulte o site da DECO sobre a compra de termoventiladores.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG