Exclusivo

Têxtil dos famosos atira 400 para o desemprego

Têxtil dos famosos atira 400 para o desemprego

Dielmar, marca que até vestiu a seleção de futebol, entregou no tribunal o pedido de insolvência. Autarca de Castelo Branco diz que é uma "catástrofe".

A empresa de confeções Dielmar, fundada em 1965 em Alcains, vila e freguesia de Castelo Branco, vai fechar portas, colocando 400 trabalhadores no desemprego. A administração entregou na sexta-feira um pedido de insolvência junto do tribunal, pedido este que terá merecido provimento, confirmou, no sábado, ao JN o presidente da Câmara de Castelo Branco, José Alves, que considera a situação uma "catástrofe" para Alcains.

A fábrica, localizada numa vila com pouco mais de 4500 habitantes e com várias lojas no país, não resistiu à pandemia, que colocou as lojas próprias e fornecedores na Europa de portas fechadas. Antes da covid, era já conhecida a situação de dificuldade em que vivia esta empresa com marca 100% portuguesa e conhecida por vestir famosos de várias áreas, incluindo a seleção nacional de futebol.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG