O Jogo ao Vivo

Economia

Trabalhadores do setor social fazem greve e manifestação nacional esta sexta-feira

Trabalhadores do setor social fazem greve e manifestação nacional esta sexta-feira

Os trabalhadores das instituições particulares de solidariedade social estão em greve, esta sexta-feira, por melhores salários e condições de trabalho, realizando em Lisboa uma manifestação nacional.

O protesto decorre frente ao Ministério do Trabalho e é convocado pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, afeta à CGTP-In.

Os trabalhadores exigem das entidades empregadoras, entre as quais as misericórdias, respeito pelos seus direitos.

Paralelamente, exigem ao Governo que considere nos aumentos das comparticipações do Estado atribuídos anualmente às instituições a atualização salarial.

Os sindicatos frisam que estes trabalhadores não tiveram qualquer valorização remuneratória nos últimos anos.

"Contudo, o Governo pôs à disposição do setor social e solidário 1,5 milhões de euros em cada ano, o que representou uma atualização anual dos valores das respetivas comparticipações de 1,3% em 2016, de 2,1% em 2017 e de 2,2% em 2018", frisa a federação sindical em comunicado.