Exclusivo

Tráfego aéreo ainda abaixo dos valores pré-pandemia

Tráfego aéreo ainda abaixo dos valores pré-pandemia

Aeroporto de Faro recupera movimentos e o do Porto está quase ao nível de 2019, mas Lisboa continua com problemas e ainda está em perda.

Ainda não será este ano que o tráfego aéreo ombreará com os valores pré-pandemia, de acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla original em inglês). As dificuldades na contratação de pessoal, quer pelos aeroportos, quer pelas companhias, após os despedimentos que surgiram com a covid-19, obrigaram várias companhias a reduzir capacidade e cortar frequências. Na Europa, desde o início deste ano e em comparação com 2019, o número de voos ainda está 14,9% abaixo da média. Em Portugal, a diferença é de menos 2,8%.

As previsões da IATA relativamente ao tráfego aéreo mundial, impactado pela pandemia e pelo aumento de 73% no jetfuel, apontam que os níveis de 2019 serão atingidos apenas em 2024. O otimismo, este ano, foi maior na European Travel Comission, que previa que os valores de tráfego aéreo pudessem superar já em 2022 os números do pré-pandemia, ainda que os passageiros oriundos de fora da região ficassem 30% abaixo do passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG