multibanco

Transações por multibanco desceram em 2012

Transações por multibanco desceram em 2012

O subsistema multibanco movimentou 87,2 mil milhões de euros o ano passado, menos 1,5% do que em 2011, o que representa uma inversão da tendência face a 2011, quando se registou um crescimento de 2,3%.

Já em quantidade, foram processadas 1676,8 milhões de transações, uma queda de 1,1% face ao ano anterior, de acordo com dados divulgados pelo Banco de Portugal. Em 2011, tinha sido registado um aumento de 3,8%.

O Banco de Portugal justifica a diminuição com a "evolução do consumo privado no país".

Em média, em 2012, foram processadas por dia 4,6 milhões de operações no sistema multibanco, que totalizaram 238,3 milhões de euros.

Já o valor de cada transação tem-se mantido estável nos últimos anos. O valor médio por operação foi de 52 euros em 2012, apenas menos 20 cêntimos do que em 2011.

Os dados do multibanco refletem a utilização dos cartões no dia-a-dia dos consumidores, seja para levantamentos, compras e pagamentos de bens e serviços diversos.

Apesar da queda registada no multibanco, este subsistema continua a ser preponderante nas transações, ao representar 27% dos montantes transacionados em 2012 e 85% das operações processadas no SICOI (Sistema de Compensação Interbancária).

PUB

Este sistema é constituído por cinco subsistemas: cheques e documentos afins, efeitos comerciais, débitos diretos, transferências a crédito e operações processadas através do multibanco.

No final de 2012, a rede multibanco era constituída por 13400 caixas automáticos e cerca de 260 mil terminais de pagamento automático, menos 3,7% e 5,2% face ao final do ano anterior.

"Em média, cada habitante efetuou 158 operações Multibanco durante o ano de 2012 (menos uma operação do que no ano anterior), no valor agregado de 8234 euros (menos 149,4 euros)", refere ainda o BdP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG