Greve

Truques para poupar combustível: da melhor hora para abastecer à teoria do "ponto-morto"

Truques para poupar combustível: da melhor hora para abastecer à teoria do "ponto-morto"

A poucos dias de início de uma greve, por tempo indeterminado dos motoristas, ter o depósito cheio pode não ser suficiente, mesmo com os serviços mínimos decretados.

Há truques que ajudam a poupar combustível, mantendo o carro em movimento mais tempo. Pormenores que podem fazer a diferença, também, durante todo o ano e significam uma poupança de muitos euros.

Atestar de manhã - Abasteça logo de manhã ou durante os períodos mais frescos. Nessas alturas do dia, o combustível está "mais denso" e, como paga ao litro, comprará mais pelo mesmo preço.

Carga prejudica - Evite a carga no tejadilho e coisas inúteis na mala, uma vez que gasta mais combustível.

Ar condicionado - Reduza a utilização do ar condicionado. Utilize-o apenas quando necessário. Lembre-se que desligar o ar condicionado gasta menos combustível.

Estacionar à sombra - Procure estacionar o carro à sombra. As temperaturas elevadas favorecem a evaporação de combustível.

Pneus verificados - Verifique a pressão dos pneus. Poupança: 1 a 5 cêntimos por litro, o equivalente a um depósito por ano, para uma média de 15 mil quilómetros.

Condução suave - Uma condução suave poupa combustível, é mais segura para si e para os outros. Poupança equivale a um desconto de 15 a 16 cêntimos por litro.

Carro engatado - Em "ponto-morto", o motor continua a consumir. O carro engatado, sem estar em aceleração, não consome, porque o motor corta a injeção de combustível, o que não acontece com o carro desengatado. Além disso, é mais seguro circular com o carro engatado.

Evitar as filas - Andar em marcha lenta pode consumir entre 1 a 2 litros de combustível por hora.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG