O Jogo ao Vivo

Lisboa

Turismo de compras subiu 50% durante o Web Summit

Turismo de compras subiu 50% durante o Web Summit

O turismo de compras aumentou 50% durante os dias da Web Summit, uma subida justificada pela presença de nacionalidades que habitualmente não lideram as listas de quem mais compra em Lisboa.

Segundo dados da Global Blue, que gere operações "tax free' (livre de impostos), o turismo de compras subiu mais de 50% entre 07 e 10 de novembro, quando decorreu a Web Summit (WS), cimeira internacional de tecnologia e empreendedorismo em Lisboa.

"Para este aumento contribuíram nacionalidades que habitualmente não fazem parte do 'Top 5' das que mais compram em Lisboa", justificou a empresa, notando que os canadianos registaram a maior subida: mais 131% em compras face ao período homólogo.

Entre as nacionalidades mais comuns nestes "tops", os brasileiros ocuparam a liderança do maior aumento em compras: mais de 160%. Outras nacionalidades em destaque foram a angolana (62%), norte-americana (30%) e chinesa (16%).

Na lista de compras em valor durante 07 e 10 de novembro ficaram em primeiro plano cidadãos angolanos, seguidos por brasileiros, chineses, norte-americanos e japoneses, sem que tenham sido divulgados valores.

A nível da compra média, os australianos registaram o valor médio mais elevado (1822 euros), seguindo-se são-tomenses (1483 euros), chineses de Hong Kong (1482 euros) e mexicanos (1403 euros). Os turistas chineses ocuparam a 5.ª posição com uma compra média de 1024 euros.

O "ranking" da Global Blue mostrou as Amoreiras, em Lisboa, como o local onde mais cresceram as vendas (121%) no período da WS, numa comparação com o mesmo período do ano passado.

No "top" seguiu-se a Avenida da Liberdade, com mais 56%, a baixa e o aeroporto, ambos com mais 52% de compras. O Centro Comercial Colombo apresentou uma subida de 45% e, por último, o Centro Comercial Vasco da Gama, mais próximo do local a WS, com uma subida de 35%.

A Global Blue colabora com mais de 270 mil retalhistas do mundo, marcas e hotéis, em 43 países, e serve mais de 100 mil viajantes todos os dias, tendo há 35 anos introduzido o conceito de "Tax-Free Shopping".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG