Covid-19

UGT cancela comemorações do 1.º de Maio

UGT cancela comemorações do 1.º de Maio

A UGT cancelou as comemorações do 1.º de Maio, que este ano estavam marcadas para Vila Real, para evitar riscos de propagação do novo coronavírus.

"Face ao estado de alerta em que se encontra o país, e perante as medidas excecionais a ter em conta, com o claro objetivo de evitar riscos de propagação e contaminação das nossas populações pelo coronavírus, o Secretariado Executivo da UGT decidiu cancelar as comemorações do 1º de Maio, Dia do Trabalhador, agendadas para Vila Real", anunciou a central sindical numa nota de imprensa.

A UGT decidirá oportunamente como irá assinalar o 1.º de Maio, "para que a data seja devidamente dignificada".

Foi igualmente adiada a reunião do Secretariado Nacional de dia 27 de março, a realizar em Aveiro, para o dia 28 de abril.

"Tais decisões enquadram-se no esforço nacional de defesa da saúde e da vida dos portugueses, estando a UGT totalmente empenhada no acompanhamento da situação junto dos seus filiados e com o Governo e restantes parceiros sociais central", justificou o secretariado executivo da central.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG