Economia

Viaturas que passaram sob pórtico danificado da A22 pagam a taxa

Viaturas que passaram sob pórtico danificado da A22 pagam a taxa

A Estradas de Portugal informou esta terça-feira que serão cobradas todas as passagens efectuadas no pórtico de portagens de Boliqueime na A22 desde que o mesmo foi alvo de sabotagem, na madrugada de segunda-feira, pois o dispositivo nunca esteve inoperacional.

Fonte da empresa citada pela Lusa disse que os disparos de arma de fogo e o incêndio que queimou várias cablagens não afectaram o sistema como um todo "embora tenha havido subsistemas danificados".

As passagens efectuadas por veículos sem identificador serão remetidas aos CTT para pagamento posterior, afirmou a mesma fonte, sublinhando que os pagamentos nessas condições que não forem efectuados serão alvos de coima.

Legalmente, o regime de contraordenações ocorridas nas ex-SCUT é punido com coima de valor mínimo correspondente a 10 vezes o valor da respectiva taxa de portagem, mas nunca pode ser inferior a 25 euros.

A fonte da EP esclareceu ainda que o regime de isenções previsto para residentes nos concelhos abrangidos pelas auto-estradas perfaz dez viagens gratuitas, independentemente do número de pórticos abrangidos por cada viagem.

"Estamos a falar de dez viagens e não de dez passagens nos pórticos", precisou.

Na madrugada de segunda-feira o pórtico de portagens de Boliqueime foi alvo de vários tiros com arma de fogo e algumas cablagens anexas foram alvo de fogo posto, bem como o armário de apoio.

Ao princípio da tarde desta terça-feira prosseguiam os trabalhos de reparação, a cargo da empresa Via Verde, constatou a Lusa no local.

Outros Artigos Recomendados