O Governo prevê investir cerca de 500 milhões de euros em obras destinadas à modernização e descarbonização de transportes públicos.

Lisbon Mobi Summit

Governo promete 500 milhões para descarbonizar transportes públicos

Governo promete 500 milhões para descarbonizar transportes públicos

O anúncio foi feito esta sexta-feira pelo ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, na abertura do segundo dia da Lisbon Mobi Summit, no SUD Lisboa, em Belém. Segundo o governante, 200 milhões de euros virão dos reprogramados fundos comunitários e o valor restante do Fundo Ambiental.

Ainda este mês será lançado o concurso de 130 milhões de euros para a aquisição de 14 UT para o metro de Lisboa e a substituição do sistema de segurança e sinalização, que data dos anos 70, avançou o ministro.

Matos Fernandos revelou que está concluída a consulta pública de avaliação de impacto ambiental da expansão do Metro de Lisboa. O concurso para a obra seguir-se-á com a conclusão do anel circular, num investimento de 202 milhões de euros. "Há anos que não há investimento dentro da cidade de Lisboa", assinalou o ministro.

Também no metro do Porto, estão previstas duas obras de expansão, no valor de 300 milhões de euros, que se encontram em avaliação ambiental.

Também ao nível da descarbonização dos transportes, o Governo tem atualmente o maior investimento em curso. Em causa estão, por exemplo, o financiamento de 516 autocarros de elevada performance ambiental no país e está aberto um aviso para mais 100, muitos dos quais de produção nacional. Este investimento ultrapassa os 150 milhões de euros e, neste momento, "é o maior na Europa neste domínio".

Também com a reprogramação, o Governo vai lançar o concurso para a aquisição de 10 navios para a Transtejo e Soflusa, disse.

Ver mais sobre a Lisbon Mobi Summit

ver mais vídeos