Resultado final

Virgílio Lima eleito presidente da mutualista Montepio

Virgílio Lima eleito presidente da mutualista Montepio

A lista A 'Mutualismo em Ação', liderada por Virgílio Lima, venceu as eleições para os órgãos associativos da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG), de acordo com um comunicado enviado às redações

"A escolha ditada pelos associados traduz confiança no projeto, na visão e na ambição que apresentámos", considerou Virgílio Lima sobre a vitória, com 11.557 dos 24.085 votos expressos (47,98%) para a mesa da assembleia geral, conselho de administração e conselho fiscal para o mandato 2022-2025.

Para a assembleia de representantes, a lista A obteve 11.362 dos 24.016 votos expressos (47,31%).

PUB

"É com todos e para todos que avançaremos no ciclo de consolidação, crescimento e maior afirmação da nossa Associação e do nosso Grupo, objetivos para os quais temos vindo a trabalhar afincadamente", sublinhou o novo presidente da AMMG, no mesmo comunicado.

O conselho de administração liderado por Virgílio Manuel Boavista Lima integra como vogais executivos Idália Maria Marques Salvador Serrão, João Carlos Carvalho das Neves, Rui Pedro Brás de Matos Heitor e Fernando Jorge Lucas Centeno Amaro, e como vogais não executivos Alípio Barrosa Pereira Dias e Luís Manuel dos Santos Silva Patrão.

A presidente da mesa da assembleia geral é Maria de Belém Roseira M. C. Henriques Pina, enquanto o conselho fiscal é presidido por Victor Domingos Seabra Franco.

A lista D ('Valorizar o Montepio'), que tinha como candidato a presidente da mutualista Pedro Alves, obteve 24,33% dos votos, a lista C ('Mutualismo, Agora Sim'), de Eugénio Rosa, 15,47% e a lista B ('Reconstruir o Montepio'), de Pedro Corte Real, 10,11%.

Para a assembleia de representantes, os resultados foram 24,23% (lista D), 16,23% (lista C) e 10,06% (lista B), indicou a nota.

A mutualista Montepio tem 600 mil associados e é o topo do grupo Montepio, sendo a principal empresa o Banco Montepio. Puderam votar nestas eleições, que terminaram na sexta-feira, cerca de 500 mil associados.

Depois de Tomás Correia ter sido presidente do Conselho de Administração da mutualista durante 11 anos (entre 2008 e 2019) a sua saída ocorreu no final de 2019, envolta em polémica e face a investigações a atos de gestão seus pelos supervisores.

A sucessão foi assegurada por Virgílio Lima, que era então administrador, pelo que nestas eleições se apresenta pela primeira vez aos associados como candidato a presidente (pela lista A, 'Mutualismo em Ação').

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG