Economia

Vítor Gaspar: "Podemos estar a aproximar-nos de um ponto de viragem"

Vítor Gaspar: "Podemos estar a aproximar-nos de um ponto de viragem"

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, elogiou o leilão de dívida desta quarta-feira e afirmou que a incerteza "já foi substancialmente reduzida" e que "podemos estar a aproximar-nos de um ponto de viragem".

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, elogiou o leilão de dívida desta quarta-feira e afirmou que a incerteza "já foi substancialmente reduzida" e que "podemos estar a aproximar-nos de um ponto de viragem".

"A incerteza sobre o sucesso do processo de ajustamento português foi já substancialmente reduzida. Ontem [quarta-feira] tivemos um sinal de que podemos estar a aproximar-nos de um ponto de viragem", terá afirmado o governante, de acordo com a sua intervenção escrita nos encontros à porta fechada com a 'troika' e participantes do meio académico, decisores de política, analistas económicos e representantes de várias empresas e associações empresariais.

O ministro lembrou a colocação de bilhetes do tesouro a 11 meses "pela primeira vez desde Abril de 2011" - quando Portugal pediu ajuda financeira ao Fundo Monetário Internacional e à Comissão Europeia, e que além deste facto, "a procura foi elevada em todas as maturidades e registou-se uma significativa participação de investidores não-residentes".

Na mesma intervenção o ministro destaca o forte crescimento das explicações como "factor explicativo" de uma menor recessão que a prevista para 2011, nos 1,6% do Produto Interno Bruto.

O ministro elogiou ainda as empresas portuguesas, que "têm respondido de forma pronta e determinada aos desafios que enfrentam", sublinhando a abertura de novos mercados, como África, América Latina e Ásia.

"Creio que estes factos demonstram a flexibilidade e capacidade de ajustamento das empresas portuguesas em condições económicas muito exigentes, o que, devo realçar, tem sido uma característica marcante dos últimos processos de ajustamento em Portugal", diz Vítor Gaspar nesta intervenção.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG