O Jogo ao Vivo

Aviação

Voos da TAP de Lisboa mais vazios que os do Porto

Voos da TAP de Lisboa mais vazios que os do Porto

Ministro das Infraestruturas e Habitação disse que rotas criadas a Norte são deficitárias, mas há aviões a operar na capital ainda com menor ocupação.

O ministro Pedro Nuno Santos disse, no Parlamento, que as quatro rotas criadas no Porto desde que o Estado reforçou posição na companhia aérea portuguesa estão com "46% da lotação em média" e são "um prejuízo para a TAP". Segundo fontes do setor, no atual momento, a ocupação referida é bastante superior à de alguns voos que saem de Lisboa. A TAP não comenta "informação comercial reservada".

O ministro das Infraestruturas e da Habitação adiantou, na quinta-feira, numa audição parlamentar, que as quatro rotas criadas no Aeroporto do Porto, para Amesterdão, Milão, Zurique e Ponta Delgada são "neste momento um prejuízo para a TAP". Ontem, em comunicado, frisou que "a TAP está neste momento a perder dinheiro em praticamente todas as rotas, incluindo aquelas que se fazem a partir de Lisboa". O ministro sublinha que "nunca disse que as únicas rotas que dão prejuízo à TAP fossem as quatro referidas ontem [anteontem] na audição parlamentar".

Pedro Nuno Santos disse que "atualmente existem 11 rotas operadas pela TAP a partir do Porto e que, apesar de praticamente todas as companhias estarem a reduzir fortemente a operação no inverno, a TAP vai manter dez rotas no Porto".

Cancelamentos

O JN apurou, junto de fontes conhecedoras dos números do setor, que há "voos que saem de Lisboa para Luanda, com 14%, ou para São Paulo, com menos de 30%" de ocupação. Além disso, a TAP vai manter apenas seis destinos internacionais regulares no inverno e mais dois operados apenas no Natal (Genebra e Zurique), com redução na ponte aérea para Lisboa e apenas um voo por dia para o Funchal. Desiste de Zurique, Genebra, Luxemburgo, Munique, Ponta Delgada, Milão, Bruxelas e Madrid. Para o mesmo período, outras companhias reforçaram a aposta no Porto. A Swiss irá operar 15 voos semanais e a Luxair vai passar de cinco voos semanais para uma ligação diária para o Luxemburgo.

Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, apelou a que o Governo "incorpore a TAP na Carris ou na muito rentável Soflusa", pois "havemos de encontrar uma solução", e Lisboa "fica com a TAP que, sem o prejuízo do Porto, deixa de ser um "perdócio"". Uma vez que o plano de reestruturação da TAP ainda é desconhecido, o partido Iniciativa Liberal avançou com uma intimação em tribunal para obrigar o Governo a divulgá-lo antes da votação do Orçamento.

Outras Notícias